thyssenkrupp e Microsoft na digitalização da indústria dos elevadores

A thyssenkrupp Elevadores prevê alargar a tecnologia de manutenção preditiva MAX a cerca de 28 000 elevadores no Brasil, o que faz com que a tecnologia MAX passa a estar presente em aproximadamente 30% dos mercados de elevação em todo o mundo. Adicionalmente, esta tecnologia passa também a estar presente na manutenção preditiva das escadas mecânicas.

A tecnologia MAX recolhe dados em tempo real através de sensores instalados nos elevadores e nas escadas mecânicas. Os dados são enviados para a nuvem da Microsoft Azure que calcula o tempo médio de vida de cada um dos componentes da máquina, determinando que partes devem ser intervencionadas e quando. Este modelo de manutenção preditiva aumenta a eficiência do serviço e reduz os tempos de inatividade dos elevadores.

Atualmente, existem 50 unidades piloto no Brasil e o serviço vai ser estendido às escadas mecânicas. A thyssenkrupp também recebeu pedidos de outras partes do mundo para instalar a tecnologia MAX nas escadas mecânicas, nomeadamente num dos maiores aeroportos da Alemanha, que movimenta cerca de 16 milhões de pessoas todos os anos, e do Metro de Valência, em Espanha, para as 137 unidades instaladas, que movimentam mais de 62 milhões de passageiros todos os anos.

A thyssenkrupp é a primeira empresa da indústria dos elevadores a beneficiar da parceria com a Microsoft, para o desenvolvimento de uma solução baseada na IOT. Graças às capacidades de aprendizagem Machine-to-Machine (M2M) baseadas na nuvem da Microsoft Azure, a tecnologia MAX permite reduzir a inatividade dos elevadores até 50%.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*