Armazém Automático

Armazéns Automáticos – Otimização do Binómio Performance/Custo

Carregue no botão abaixo e veja o artigo técnico “Armazém Automático – Otimização do Binómio Performance/Custo”…

Os armazéns automáticos são sistemas complexos de elevado desempenho que implementam um conceito logístico, tendo em conta o fluxo de materiais, fazendo uso de um controlo totalmente automático e de tecnologia de informação “state-of-theart”. Este conceito, geralmente, maximiza as saídas com uma utilização perfeita do espaço. O seu desempenho é medido através do número de entregas de entrada e de saída por unidade de tempo. A estratégia e disponibilidade de armazenamento são decisivamente determinadas pela velocidade e aceleração dos acionamentos utilizados.

Num armazém automático é possível identificar vários movimentos, nomeadamente, a translação, a elevação e o movimento dos braços telescópicos. Frequentemente, estes eixos são complementados por eixos adicionais que fazem a interface do armazém com o exterior. Os eixos principais são a elevação e a translação, a qual será abordada mais em detalhe ao longo deste artigo.

Para ler o artigo completo “Armazéns Automáticos – Otimização do Binómio Performance/Custo” faça o download gratuito do suplemento “elevare” nº1. Verifique o seu email após o download. Pode também solicitar apenas este artigo através do email: a.pereira@cie-comunicacao.pt

      Selecione as sua(s) área(s) de interesse

      Utilize a tecla Ctrl para selecionar mais que uma opção

      De acordo com o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados, ao registar-se, receberá regularmente informações nossas, seja sobre os nossos serviços e produtos, promoções, newsletters, revistas digitais dicas de como tirar maior partido das ferramentas que disponibilizamos e ainda se habilita a participar em eventos que vamos organizando ao longo do ano.

    Luís Reis Neves
    Diretor Técnico da SEW-EURODRIVE PORTUGAL

    Outros artigos relacionados

    Translate »