revista elevare

novas variantes da Safety FieldBox da Schmersal

Safety Fieldbox: mais possibilidades de utilização – menos custos

Conheça as novas variantes da Safety FieldBox da Schmersal para outros sistemas de bus de campo.

A Schmersal lança 2 novas variantes da sua Safety Fieldbox no mercado. Deste modo, a caixa pode ser integrada como até agora em sistemas com PROFINET/PROFIsafe, como também está disponível para os sistemas de bus EtherNet/IP com CIP Safety e EtherCAT com FSoE. A vantagem: o construtor pode projetar as funções de segurança de uma máquina independentemente do sistema de bus de campo aplicado, dado que, com as 3 variantes, são abrangidos os sistemas de comando mais difundidos internacionalmente.

A Safety Fieldbox da Schmersal oferece soluções de segurança flexíveis, uma instalação rápida e à prova de falhas, bem como uma elevada transparência do processo. Permite uma ligação fácil de até 8 dispositivos de comutação de segurança por Plug and Play. Através das interfaces de dispositivos universais para conectores M12 de 8 pinos, é possível conectar uma ampla gama de diversos dispositivos de comutação de segurança, como bloqueios de segurança eletrónicos e eletromecânicos, sensores, painéis de controlo, cortinas óticas ou interruptores.

Como marcas diferenciadoras da Safety Fieldbox da Schmersal, constata-se que os bloqueios de segurança ou as cortinas óticas de segurança necessitam de apenas um conetor M12 e que é possível ligar painéis de controlo com função de Paragem de Emergência, bem como até 3 dispositivos de comando e sinalização não seguros.

Por isso, a ligação dos dispositivos de comutação de segurança através da caixa de campo
de segurança, entre outras coisas, economiza custos, visto que podem ser conectados até 8 dispositivos de comutação de segurança a uma caixa de campo. Esta solução é consideravelmente mais económica do que equipar cada dispositivo com uma interface de bus.

Uma entrada digital em cada conetor do dispositivo permite a avaliação dos sinais de diagnóstico de todos os dispositivos de comutação de segurança conectados. Ou seja, são recolhidos e transmitidos tanto os sinais orientados para a segurança, como os relacionados com o funcionamento, por exemplo, os necessários para o diagnóstico. O utilizador pode aproveitar estas informações para, eventualmente, detetar irregularidades como um deslocamento da porta de segurança e, dessa forma, possibilitar uma intervenção atempada em caso de serviço.

Isso aumenta a disponibilidade do sistema e diminui o risco de paralisações. Além disso, o utilizador beneficia de uma cablagem dos dispositivos de comutação de segurança significativamente mais simples e, portanto, também mais económica.

Schmersal Ibérica, S.L.
Tel.: +351 308 800 933
info-pt@schmersal.com · www.schmersal.pt

Translate »