Sensor de segurança RSS260 com novas caraterísticas económicas

Sensor de segurança RSS260 com novas caraterísticas económicas

O grupo Schmersal melhorou ainda mais o seu sensor de segurança RSS260 compacto e equipou-o com um novo software para que o sensor disponibilize agora 4 caraterísticas adicionais, opcionalmente selecionáveis: monitorização do circuito de retorno, rearme automático/rearme manual, reset, monitorização de paragem de emergência.

O grupo Schmersal melhorou ainda mais o seu sensor de segurança RSS260 compacto e equipou-o com um novo software para que o sensor disponibilize agora 4 caraterísticas adicionais, opcionalmente selecionáveis: monitorização do circuito de retorno, rearme automático/rearme manual, reset, monitorização de paragem de emergência. Na variante F0/F1, o RSS260 assume as tarefas de um módulo de relé de segurança, ou seja, a monitorização do dispositivo de proteção móvel bem como o contactor, controlado diretamente pelas saídas do sensor, é realizada pela lógica integrada no sensor, para que a utilização de um dispositivo de avaliação separado já não seja necessário. Com a versão F0, a máquina é reiniciada automaticamente assim que todas as portas de segurança estejam fechadas, mas há um “botão de habilitação” sem monitorização dos flancos, que também pode ser ligado ao circuito de retorno. A versão F0 é adequada para máquinas pequenas sem espaço de proteção acessível.

A variante F1 é recomendada para sistemas menores nos quais a área de perigo pode ser acedida pelo operador pela função de reset. O botão reset monitorizado pelos flancos deve ser ativado antes que a máquina seja reiniciada, quando for claro que o sistema está seguro e que não há ninguém na área de perigo. Esta função corresponde à “função de reinicialização manual” segundo EN ISO 13849-1. O sensor de segurança RSS260 com a função Q é adequado para máquinas que requerem o uso de um interruptor de PARAGEM DE EMERGÊNCIA. Os elementos de comutação de PARAGEM DE EMERGÊNCIA integrados numa ligação em série podem ser monitorizados pela função Q no último sensor da cadeia. Assim não existe a necessidade de configurar um circuito de segurança separado para os interruptores PARAGEM DE EMERGÊNCIA. Os elementos de comutação de PARAGEM DE EMERGÊNCIA monitorizados pela função Q atendem aos requisitos até PL e. Um botão reset também é aqui necessário, pois a máquina não pode ser reiniciada automaticamente após um comando de PARAGEM DE EMERGÊNCIA ter sido retirado.

A versão standard do sensor de segurança RFID também oferece muitas vantagens: com as suas reduzidas dimensões (40 x 18 x 30 mm), o RSS260 adequa-se, com a combinação adequada de sensor-alvo, para a montagem em perfis de alumínio e para a utilização em muitos outros formatos de portas, como portas e vidros em Plexiglas. O sensor de segurança possui uma interface AS-i-Safety-at-Work e uma interface para o bus SD da Schmersal. A função de diagnóstico serial (SD) permite uma ligação em série até 31 sensores e bloqueios de segurança, e a transmissão de diagnósticos não seguros e dados de estado dos dispositivos conectados.

Schmersal Ibérica, S.L.
Tel.: +351 308 800 933
info-pt@schmersal.com · www.schmersal.pt

Translate »